Maternidade fora da pátria

Maternidade


Contradições da maternidade & a vida na missão

Aí filha, mamãe te ama tanto, mas isso não impede de dizer o quanto estou cansada. Tenho vontade de te abraçar todo o dia, mas as vezes queria deixar você com alguém e da uma sumida por pelo menos uma hora. Quero que sua soneca dure umas 2 horas, mas quando isso acontece fico querendo que você acorde logo.

Você foi sonhada, esperada e desejada, mas as vezes sento e pergunto Deus onde eu estava com a cabeça? arrependimento? nenhum filha, você foi a segunda melhor coisa que aconteceu na minha vida, a primeira foi seu irmão, mas mesmo assim isso não me impede de dizer que eu estou casada, exausta e desanimada.

maternidade 3


Normalmente me sinto forte com uma Leoa, mas as vezes me sinto tão fraca que nem sei como consigo levantar. Mas também tenho a impressão que minha espiritualidade melhorou, oro todos os dias, sinto a presença do Senhor comigo renovando minhas forças, mas as vezes me sinto tão sozinha.

As contradições da maternidade.

É assim…amamos e damos a vida, mas as vezes queremos correr e chorar. Muitas vezes a vida na missão não deixa a gente desabafar, precisamos estar felizes o tempo todo, fortes, afinal, Deus nos chamou, sim é verdade, Deus nos chamou, sim é verdade estamos e somos felizes cumprindo o chamado, mas nem sempre estamos alegres e tudo bem. Admitir isso também é ser forte.
E às vezes penso que só eu passo por isso, mas tenho quase certeza que não.


Mais alguma mãe na contradição da vida na missão?

Maternidade

Leia também Pode Chorar Mãe, escrito por Nai

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima