Prevenindo o Câncer de Mama

women fighting breast cancer

Outubro Rosa- Além da blusa rosa…

Outubro chegou e já começamos a ver várias campanhas, luzes rosas, equipes vestidas de Rosa, tudo lindo! Sempre amei outubro, principalmente por há mais de 10 anos trabalhar clinicamente e cientificamente com a atenção a Saúde a mulher mastectomizada.

Ao longo dos anos, fui observando o conteúdo alertado nas campanhas e gostaria de compartilhar aqui.

Em certas situações como profissional da saúde, me vi falando sobre a importância da realização dos EXAMES, conteúdo mais abordado em outubro, para várias comunidades. Mas um dia parei e pensei: eu não sabia a data da ultima mamografia da minha mãe, ou da minha avó… me vi sentada na igreja olhando tantas mulheres ao meu redor e pensei “nunca perguntei aqui se elas tem feito os exames”. E muitas delas, eu via nas redes sociais: fotos de blusa rosa com equipes de trabalho em outubro. Mas e os exames delas, será que estavam em dia?

E eis que um diagnostico de uma amiga/mãe/avó/tia/colega chega a comunidade…. e agora?:  “Vamos falar disso? Não vamos? Ai coitada! O que eu falo? O que ela precisa será? Vamos dar um tempo para ela? Vamos dar apoio e ligar?”

young african american woman palpating her breast by herself that she concern about breast cancer healthcare and breast cancer concept

No fundo a busca de respostas vem: “Além da blusa rosa, o que eu aprendi no outubro Rosa… aprendi que tinha que fazer o exame, ela fez.. mas e agora?”

Além disso, comecei a observar como eu mesma falava sobre o outubro Rosa, “prevenção do câncer de mama”, vejamos bem, será que a pessoa diagnosticada não preveniu então? Será que ela tem essa “culpa”? A resposta é Outubro Rosa é uma campanha voltada para a importância da detecção PRECOCE, e não a prevenção. A prevenção (assim como doenças como hipertensão, diabetes, etc…) está voltada a práticas regulares de atividade física, boa alimentação, saúde emocional, cuidados com a saúde em geral. Detectar precocemente por meio de exames de rotina é de extrema importância para uma sobrevida de melhor qualidade.

Outro ponto importante: Outubro Rosa, não é apenas para mulheres. Sabemos que há uma taxa de homens que também são diagnosticados com Câncer de mama. E muito além disso, grande parte das mulheres diagnosticadas possuem maridos, filhos, pais, Homens! O que eles sabem sobre o câncer de mama? 

Outubro Rosa é uma campanha voltada para a importância da detecção PRECOCE, e não a prevenção

“Como ajudar? Ela vai morrer? O que vai acontecer após a cirurgia? Como funciona a quimioterapia? Como ela pode ou não fazer?” 

Como fica esta família? …. será que eles foram a alguma “palestra” do Outubro Rosa?

E para esta mulher, o que foi falado nos eventos que ela foi? “Como vai ser esta cirurgia? Meu cabelo vai cair? Como eu cuido desta cicatriz? Vou precisar fazer Radioterapia? Meu braço vai inchar? Meu braço vai levantar? Meu tórax vai ficar sem sensibilidade? Será que vou voltar a trabalhar? E dirigir será que posso? Posso pegar meu filho no colo? O que eu posso comer?”

Quantos questionamentos…

Diante de confusão de termos e da realidade da comunidade, da família e da própria mulher com um diagnóstico, te convido a transformar seu Outubro Rosa e da sociedade ao seu redor!! 

thank you for so sweet words tender korean woman happy to get present keeps hands on heart appreciates efforts
  1. Vista sim sua blusa Rosa!
  2. Desafie as mulheres ao seu redor a terem um compromisso com seus exames.
  3. Desafie as famílias (mulheres, maridos, filhos) estarem todos presentes em todos os eventos educacionais sobre Câncer de Mama.
  4. Acolha a mulher diagnosticada, a pergunta “o que eu posso fazer por você?” já vai ajudar muito! E se você conhecer a linguagem do amor dela melhor ainda! (você saberá se ela quer um toque de afeto, se ela quer que você faça uma limpeza na casa dela ou faça a feira da semana, se ela gosta de palavras de afirmação e encorajamento, se ela gosta de presentes, ou se sua ligação e tempo de qualidade a ouvindo, sobre o tratamento ou não, e contando fatos da vida a agrada).
  5. Auxilie esta mulher a buscar a melhor conduta e informação de cada profissional da saúde envolvido: Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos. (Existe muito conteúdo online e gratuito de qualidade).
  6. Desfie outras pessoas também a acolher a família desta mulher, conversas com os filhos, maridos, pais. 
  7. Ore muito por esta família!

Nosso papel como filhos de Deus, o dono da Verdade é encarar a verdade, não fugir dos fatos, mas ter e buscar sabedoria seja qual for a situação! E demonstrar o Consolo do Espírito que habita em nós e lembrar da promessa de Quem estará conosco por todos os dias nesta terra!

Dra. Monique Rezende Hasegawa
Fisioterapeuta
Doutora e Mestre pela Universidade de São Paulo- USP/RP
Especialista em Saúde da Mulher e Dermatofuncional.
Graduada pela Universidade Federal de Alfenas- Unifal-MG.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima